sábado, 14 de janeiro de 2017

Na tua Praia

Sabes que fez esta semana dois anos que tivemos o primeiro (des)encontro. E, dois anos depois, fui de novo à tua praia. Na tua praia onde nos desencontramos no primeiro encontro. 



Ele já lá não estava. "Still there. Still there. Still there. Gone". Já se tinha ido. 
Estava frio, vesti o casaco, e fui à mala pegar na máquina fotográfica.





A tua praia tem um farol. Eu olhava para ele e pensava como isso fazia todo o sentido. É quando a negritude se abate, que os faróis se iluminam, para guiarem as almas perdidas...




Tu sabes que eu tenho medo. Disse-to no primeiro dia que te vi...
Por vezes as sombras abatem-se sobre mim. 
Estejas onde estiveres, nunca deixes apagar essa Luz que me ilumina. 

1 comentário: